Full Feature Blog

Imagem corporal e autoestima em homens estudantes universitários

Resumo
Objetivo: O presente estudo pretende avaliar diferenças e relações entre o grau de insatisfação com a imagem corporal, o índice de massa corporal (IMC), a prática de exercício físico, a autoestima, a média académica e a satisfação com a vida académica, numa amostra de estudantes do sexo masculino que frequenta o ensino superior português.  Método: Optou-se por uma abordagem exploratória quantitativa, a partir de uma amostra de 100 estudantes universitários do sexo masculino, que participaram num protocolo de investigação, constituído por um Questionário Sociodemográfico, Rosenberg Self-Esteem Scale (RSES) e Male Body Attitude Scale Revised (MBAS-R) (versões portuguesas) e pela medida do Índice de Massa Corporal. Respeitaram-se os procedimentos éticos das investigações em seres humanos. Resultados: Todos os instrumentos apresentam bons índices de consistência interna. A maioria dos participantes pratica exercício físico, tendo-se apurado um baixo grau de insatisfação com a imagem corporal e uma elevada autoestima. Os resultados apresentam uma relação negativa fraca, mas significativa entre a variável prática de exercício físico e classificação académica, não se verificando uma relação com as restantes variáveis. O grau de insatisfação com a imagem corporal apresenta diferenças estatisticamente significativas com a autoestima e classificação do IMC. Conclusões: Os participantes do estudo, apesar de mais de um terço apresentar peso acima do normal, percecionam maioritariamente baixo grau de insatisfação com a sua imagem corporal e apresentam elevada autoestima. Existe uma relação moderada entre o grau de insatisfação com a imagem corporal, o IMC e a autoestima nos estudantes da amostra. Os estudantes que detêm maior classificação académica praticam algum exercício físico. Não foram verificadas relações entre a prática de exercício físico e o IMC. O estudo evidencia a coexistência de estereótipos relativamente ao corpo ideal masculino.

Palavras-chave: Autoestima; Imagem corporal; Índice de Massa Corporal; Exercício físico

Aceder ao Artigo Original

Perceções da violência obstétrica pelas parturientes e profissionais de saúde: uma revisão scoping

Contexto: A violência obstétricaé um conceito multifatorial que envolve diversos atores, nomeadamente profissionais de saúde, parturientes e instituições de saúde, com influência direta sobre a sua definição e sobre o seu entendimento. Objetivo: Apresentar uma perspetiva holística do conceito violência obstétricaatravés da pesquisa e análise de estudos empíricos realizados com profissionais de saúde (e.g., enfermeiros, médicos, entre outros) e parturientes. Métodos: realização de uma revisão scoping, para a qual se estabeleceucomo conceito base o de violência obstétrica. A pesquisa foi realizada nas plataformas Scopus, Web of Science e b-on.Resultados: Obedecendo aos critérios de inclusão definidos foram analisados 18 estudos. Os resultados agruparam-se em torno das perspetivas de três atores: parturientes, profissionais de saúde e instituições. Destacou-se a falta de informação;não obtenção do consentimento informado;uso de discursos depreciativos;recurso ao abuso físico, verbal e psicológica; violação dos direitos da mulher;falta de formação;humanização por parte de alguns profissionais de saúde; e limitações nas instituições e serviços de saúde, como os fatores que são mais identificados/relacionados com a violência obstétrica.Conclusões: O presente estudo contribuiu para reforçar a necessidadedese clarificar e uniformizar o conceito de violência obstétrica junto dos profissionais e sociedade em geral e fundamentar a importância do desenvolvimento de um instrumento capaz de avaliar a experiência das parturientes relativamente à violência obstétrica apartir da sua experiência.

Palavras-Chave: Violência obstétrica; Profissionais de saúde; Mulheres; Sociedade; Estudo de revisão.

Aceder ao Artigo Original

PERMA Model of Well-Being Applied to Portuguese Senior Tourists: A Confirmatory Factor Analysis

Abstract: Tourism has been affirmed as an activity that promotes health and well-being. The present study aims to present a confirmatory analysis of the PERMA model in a sample of Portuguese senior tourists who visited the island of São Miguel (Azores). After approval of the study by the ethics committee (reference 6/2022), a Sociodemographic Questionnaire, PERMA Profiler, and Life Satisfaction Scale—SWLS were applied to 1083 senior tourists (≥55 years) of various nationalities. To evaluate the PERMA model for senior tourism in Portugal, a total of 434 senior tourists of Portuguese nationality were extracted from the sample. The results revealed that most of the participants attributed scores above the midpoint in the five dimensions of PERMA (positive emotions, engagement, relationships, meaning, accomplishment) and in the satisfaction with life scale. Using scale reliability analyses, we found that some of the dimensions in the PERMA model showed relatively low values both for Cronbach alpha and composite reliability. Several confirmatory structural equation models (single factorial, second order, and five factors) were calculated, as well as the usual adjustment measures, with the five-factor PERMA model presenting the best structure, although with a relatively low fit. The modification of the model by the weight of regressions between some of the items with larger covariances allowed a better adjustment: χ2(73) = 264.960, < 0.001, χ2/df = 3.63, CFI = 0.94, TLI = 0.91, IFI = 0.94; GFI = 0.92, RMSEA = 0.078, < 0.001. Although the results revealed that the experiences of senior tourists when visiting the island of São Miguel contributed significantly to their well-being and the modified model presented superior adjustment quality, future studies are suggested to evaluate the quality of the PERMA model applied to tourism.

Aceder ao Artigo Original

Senior Tourism in São Miguel Island – Azores: Proposal for a Religious and Cultural Route

Abstract. The archipelago of the Azores islands, comprising 9 islands in the Atlantic, has more than five hundred years of history, rich in cultural, natural, religious, architectonic, and intangible cultural heritage. The Azores islands, a travel destination holding a variety of awards (e.g., sustainability, biodiversity, safety, beauty, excellence, among others), is visited by millions of tourists every year, and senior tourism (55 years of age or older) was not an exception, making up over 25% of tourists. Information and communications technologies (ICTs), which are increasingly present in the daily life of generation W, contribute to the strategic innovation and (re)creation of tourism products in the Azores islands’ destination. The present paper aims to propose a religious and cultural route, based on a religious cult with more than three hundred years of existence which leads thousands of people (e.g., residents, immigrants, tourists) to the city of Ponta Delgada, on the 5th Sunday after Easter. Some of them are motivated by faith and devotion to Lord Holy Christ of Miracles while others are motivated by personal and cultural enrichment through contacting the habits and customs of the people from São Miguel Island. Using ICTs, we propose a tourist route that depicts the itinerary of the procession of Lord Holy Christ of Miracles, so that the senior tourist directly gets to know the cultural, religious, architectonic, and intangible heritage in a journey that starts in the 15th century until the 21st century. It is expected that the present route provides the senior tourist with a memorable experience that promotes well-being.

Aceder ao Artigo Original

Realidade Aumentada e a Inovação das Experiências Turísticas: Uma Revisão Integrativa

Resumo: A realidade aumentada (RA) tem sido considerada como uma tecnologia inovadora para a atividade turística. O objetivo foi do presente estudo, foi o de compreender qual a utilização da RA nas experiências turísticas. Através de três bases de dados (b-on, EBSCO e Web of Science) pesquisaram-se publicações em texto integral com revisão de pares entre os anos 2015 e 2020. Após leitura integral excluíram-se treze artigos, em que somente onze cumpriram os critérios de inclusão. Os resultados revelam que a maioria dos estudos, analisam quais os fatores que levam o turista a utilizar a RA; uma elevada preocupação sobre o uso desta tecnologia inovadora na divulgação dos produtos e serviços turísticos, e a falta de uma maior compreensão desta tecnologia inovadora no turismo. Aplicações de RA com um conteúdo robusto e de fácil acesso, têm um efeito direto e positivo na satisfação do turista. Estudos futuros devem analisar a relação entre a utilização da RA e o impacto desta tecnologia nas experiências hedónicas dos turistas.

Aceda ao Artigo Original

Do senso comum ao conhecimento científico: Etapas para a redação de um artigo

Resumo: Atualmente cada vez mais exige-se que as investigações sejam publicadas, contribuindo para que o conhecimento ultrapasse o senso comum. No entanto, redigir um artigo científico não se revela uma tarefa fácil, impondo ao investigador muita motivação, tempo e persistência. Auxiliar alunos e jovens investigadores a conceber a estrutura de um artigo conforme as normas da American Psychology Association (APA) e das revistas científicas é o presente objetivo. São mencionadas as metodologias de investigação (qualitativa, quantitativa e mista), precedido das diferentes secções que constituem um artigo científico (título, resumo, introdução, métodos, resultados, discussão, conclusões e referências). Em cada secção é mencionado de forma breve o que deve ser o seu conteúdo, procurando clarificar a sua composição, focando a importância de realizar um processo deliberativo no que diz respeito à seleção da revista onde se pretende publicar.

Aceder ao Artigo Original

A relação entre a prática de exercício física e a imagem corporal

Enquadramento: A imagem corporal é considerada com um constructo fundamental na sociedade e a prática de atividade física ou exercício físico contribuem para um corpo mais robusto, promovendo maior satisfação com a imagem corporal. A prática da atividade física ou exercício físico é uma recomendação da Organização Mundial de Saúde para uma vida considerada saudável. Objetivo: Compreender a relação entre a prática de exercício físico e imagem corporal. Métodos: Através de uma pesquisa em três bases de dados, com recurso às palavras-chave “body image e physical exercise” foram selecionados artigos em revistas científicas com revisão de pares. Todos os artigos deveriam analisar a relação entre as palavras-chave “imagem corporal” e “prática de exercício físico”. Resultados: Num total de 75 artigos, foram excluídas 12 publicações duplicadas, eliminando-se 28 publicações por não cumprirem com os critérios de inclusão. Analisaram-se 16 artigos que apresentam uma relação entre a prática de exercício físico e a imagem corporal. Conclusões: A presente revisão integrativa da literatura permite verificar que a prática de exercício físico influencia a satisfação e os níveis de perceção com uma imagem corporal positiva. Os meios de comunicação social influenciam a preocupação com a imagem corporal e a prática de exercício físico, existindo diferenças entre os géneros. O Índice de Massa Corporal (IMC) apresenta uma associação com a imagem corporal, o mesmo não se verificando com a prática de exercício físico. Fatores intrínsecos e extrínsecos, como a perceção da imagem corporal, parecem influenciar a relação que se estabelece com a prática de exercício físico.

Aceder ao Artigo Original

A Importância das Tecnologias de Informação e Comunicação no Turismo Sénior – Uma Revisão Sistemática

RESUMO: As tecnologias de informação e comunicação (TIC) revolucionaram o quotidiano das sociedades e o desenvolvimento da economia à escala mundial. No turismo, a transformação digital assume um papel central, contribuindo para a divulgação dos produtos e serviços turísticos, permitindo que os stakeholders e turistas usufruam dos benefícios da globalização e das mudanças sociais. O turismo sénior é considerado um sector em forte expansão e, como tal, importa compreender a importância que estes turistas atribuem a estas tecnologias. Através de uma pesquisa na base de dados b-on ScienceDirect, foram analisados artigos em texto integral, filtrando-os em várias etapas de forma a selecionar somente os que cumpriam os critérios de inclusão. A presente revisão sistemática de literatura ambiciona contribuir para a compreensão da utilização que os turistas seniores fazem das TIC. Em resultado deste processo, foi possível constatar a tendência crescente do recurso às TIC pelos turistas seniores, que se beneficiam de novas experiências. As TIC potenciam o marketing dos stakeholders, melhoram a comunicação com os turistas e promovem destinos turísticos mais sustentáveis e inteligentes, incluindo as mais inovadoras como a realidade aumentada.

Aceder ao Artigo Original

Imagem corporal positiva e satisfação com a vida em pessoas idosas

Resumo: O presente estudo pretende avaliar se as variáveis sociodemográficas, o Índice de Massa Corporal (IMC) e os fatores relacionados com a aparência que influenciam a satisfação com a vida nas pessoas idosas. O estudo, com enfoque transversal e quantitativo, apresentou uma amostra de 53 pessoas idosas não institucionalizadas, com idades compreendidas entre 65 e 89 anos. A recolha de informações foi efetuada através de um questionário sociodemográfico, a Escala de Apreciação Corporal (BAS-2), a CARSAL/CARVAL e a Satisfação com a Vida (SWLS). Todos os participantes praticam algum tipo de atividade e quase todos os participantes se preocupam com a aparência (90,2%). Apesar de a maioria apresentar uma imagem corporal positiva, a média do IMC é superior ao valor normal (M = 28,13; DP = 4,81). A variável valência (CARVAL) apresenta uma relação positiva com a “prática atual de exercício físico” e uma relação negativa com as variáveis “gostar do corpo”, “satisfação com a vida” e “imagem corporal positiva”. As variáveis saliência e valência (CARSAL e CARVAL) apresentam um efeito direto com a imagem corporal positiva, enquanto que a valência apresenta um efeito direto de satisfação com a vida. O IMC não influencia a perceção de uma imagem corporal positiva nas pessoas idosas e a prática de exercício físico parece influenciar a satisfação com a vida. A imagem corporal positiva e satisfação com a vida são influenciadas pela avaliação emocional que as pessoas idosas fazem da sua aparência.

Aceder ao Artigo Original

A utilização da internet por adolescentes

 No contexto mundial de pandemia (SARS-CoV 2), o uso da internet evidencia-se na gestão global sanitária, aquisição de bens, teletrabalho, tele-ensino/aprendizagem, telemedicina e vinculação social. A internet faz parte do quotidiano dos adolescentes do século XXI – a geração Millennial. Os modos de ser adolescente constituem-se em torno de novas formas de TIC, de gerir tempo, espaço e articular as esferas do íntimo, privado e público, em constante reconstrução. Com os objetivos de compreender nos adolescentes a perceção da escola; analisar os recursos disponíveis e o tempo de utilização da internet e das redes sociais; compreender a perceção das vantagens e perigos da internet; e verificar a existência do cyberbullying, construiu-se um questionário para o efeito (44 questões). A partir de uma amostra de 196 adolescentes, do 3º ciclo, os resultados indicam que os participantes gostam da escola, têm maioritariamente computador portátil pessoal, acesso à internet e página pessoal, e que fora da escola preferem utilizá-los no espaço íntimo do quarto. Não se verificaram diferenças significativas por sexo no uso diário das redes sociais, mas as escolhas são diferenciadas. Reconhecem os riscos e perigos da internet, perante assuntos ofensivos não partilham com ninguém (62%) e publicam fotos e desabafos pessoais. O acompanhamento parental é, predominantemente, inconsistente ou inexistente. Existe o reconhecimento de ter sido vítima de cyberbullying (12.2%). Valoriza-se a educação para a internet. 

Aceder ao Artigo Original